8 de agosto de 2012

o Riso [!]



  •                                    *
    Lendo e meditando hoje no livro de Gênesis, mais especificamente na história de Abraão e Sara, uma palavra me chamou a atenção: Riso
    No capítulo 18 de Gênesis, vemos a promessa de Deus sendo estabelecida sobre a vida de Abraão e Sara. Eles, um casal de velhinhos, receberam de Deus a promessa de que Sara em breve geraria um filho. Porém, fisicamente falando, aquele casal já não tinha mais condições de "produzir" uma criança ... o útero de Sara já não funcionava mais naquele momento ... mas isso não impediu que Deus os escolhece para gerarem o filho da promessa, Isaque.
    Porém, no momento em que Sara e Abraão receberam a grande notícia de um mensageiro de Deus de que Sara logo daria a luz, a primeira atitude de ambos foi de incredulidade e deboche. Eles RIRAM, um riso incrédulo e debochado como quem dizia "Não, impossível! Somos velhos demais para isso! Tá pirado?" 
    ---
    Os anos se passaram, mais especificamente 25 anos depois que a promessa foi feita a eles ... Abraão agora já estava com cem primaveras completadas, até que no capitulo 21 a promessa se cumpre e Sara dá a luz Isaque. O curioso é que nesse momento, depois que Isaque nasce e o casal de velhinhos comprovam o poder daquela promessa, qual é a primeira atitude deles? Eles riem.  
    "Então Sara disse: - Deus me deu motivo para rir. E todos os que ouvirem essa história vão rir comigo." Gn 21.6
    Novamente o riso. Só que dessa vez não foi um riso incrédulo e debochado, mas um riso de alegria por terem contemplado aquele magnífico milagre. Coisa de Deus. Coisa que só Ele, no Seu profundo mistério, pode fazer conosco. 
    E depois disso tudo eu deixo uma pergunta a você que lê esse texto agora: Que tipo de RISO você tem dado por aí? é um riso de incredulidade ou um riso de alegria, de confiança e de fé? Qual tem sido a sua atitude diante da revelação das promessas de Deus sobre a sua vida?
    Sabe queridos, Deus é Deus. Ele definitivamente é o Deus do Impossível. Vivemos cantando hinos exaltando essa Sua qualidade, mas a grande questão é: Cremos realmente, do fundo do nosso ser, que Deus é Deus que realiza o impossível nas nossas vidas? 
    Pare, pense, pense de novo e veja onde a sua fé se encontra nesse exato momento. Será que ela está somente no seu Deus, Aquele a Quem você diz crêr e confiar de todo o seu coração, ou será que ela já se perdeu há tempos por entre os balaios das circunstâncias que te cercam?
    Que o meu e o seu riso sejam o riso de Gênesis 21, verso 6. Um riso de alegria, confiança e fé. Afinal, o Deus de Abraão e Sara continua sendo o mesmo Deus, o nosso Deus.
    Em Cristo Jesus,
    Monique Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre!