27 de dezembro de 2013

O coração que eu quero [!]



Quando seguir a Cristo exigir renúncias na sua vida, você ainda vai estar do lado dEle?
Escrever esse texto pra mim, particularmente, está sendo um grande desafio. Um grande desafio de fé, pois, uma coisa é você ler na Bíblia sobre o sacrifício que Abraão teve que fazer ao entregar seu filho tão esperado e amado à Deus, ou ler sobre o jovem rico que foi convidado por Jesus a deixar de lado todas as suas riquezas nesta Terra, para segui-lo ... e outra coisa bem diferente, é quando esse personagem passa a ser você, quando Deus fala particularmente contigo, chamando você por todas as letras do seu nome. Esse tem sido meu grande desafio de fé. Enquanto cá estou eu vivendo e sonhando coisas, me apegando à pessoas, me envolvendo como se não houvesse amanhã em planos feitos por mim mesma, me doando, me enganando talvez, Deus vem, cuidadosamente, imagino eu, com toda cautela e preocupação em me trazer de volta à realidade que Ele tem pra mim, e me pede essas coisas, essas pessoas e até esses sonhos que enfiei no coração e costurei bem costurado para não perde-los. E aí pronto, o tempo fecha, meu chão se abre, tudo o que eu achava ter em meu controle desaparece do dia pra noite e lá estou eu, cega e nua, do mesmo jeito em que vim ao mundo. Eu, pó, e Deus, Criador onisciente a quem tudo conhece, inclusive o melhor pra mim. A história da minha vida. Ora conquistando, ora perdendo. Ora abestalhada e experimentando o êxtase de ter, ora destroçada pela dor da perda. Idas e vindas, conceitos feitos, desfeitos e refeitos, vaso que não cansa de estar nas mãos do Eterno oleiro...eu. No final, depois de tantas chegadas e saídas, de teres e perderes, no final sempre sobram apenas eu e Deus. E é quando eu me ajoelho diante Dele e pergunto: -Por que? Segundos depois, eu mesma me dou conta de que a pergunta feita é inútil...Afinal, não importa tanto o tal do "por que" ... importa que tudo  isso contribua para que eu me torne mais parecida, no caráter, no coração, nos desejos mais profundos, com o Cristo à quem ouso dizer que sigo. Se esse Cristo, ao longo de toda sua vida nessa Terra, viveu abrindo mão e se negando a Si mesmo, por amor de algo que julgava ser maior do que qualquer outro desejo humano, diga-se de passagem, a vontade do seu Pai, então por que haveria de ser diferente comigo, que, repito mais uma vez, ouso dizer que sou sua seguidora? Então novamente eu pergunto pra mim, primeiramente, depois pra você: Quando seguir a Cristo exigir renúncias na sua vida, você ainda vai estar do lado dEle? Bem, to vendo que mentir pra mim mesma até pode ser, mas mentir pro meu Pai Eterno, aquele que me criou e que me conhece bem mais do que eu mesma me conheço, é tarefa impossível. A questão é que mais cedo ou mais tarde a gente vai estar de cara com Ele e Ele nos permitirá ver [que não seja por meio de mais perdas, desejo eu] onde está de fato o nosso coração. Mais cedo ou mais tarde Ele vai nos fazer o mesmo convite que fez àquele jovem rico, de abandonarmos algumas coisas pelo caminho, coisas que valem menos do que o valor que atribuímos a elas, para segui-lo e eu oro pra que tenhamos a coragem de dar à Ele a resposta mais sensata, a resposta reveladora de um coração que não está apegado à esse transitório mundo, mas que está desejoso e preocupado em simplesmente viver realmente a vontade do nosso Deus, o Pai, ainda nessa vida, ainda aqui. Eu oro pra que Deus me dê o coração de Abraão ao invés do coração do jovem rico. Amém!

por Monique Campos

2 de setembro de 2013

Porém a maior delas é o amor [!]





Peço-Te, Senhor, vida longa
Longa vida 
P'ra conhecê-los
um dia;
Doar-me em (s2) amor
abraça-los,
ensina-los,
cuida-los,
Tê-los comigo:
Meu melhor (:D) sorriso
Eis a grande descoberta
A mais almejada
Meu maior chamado:
Ama-los.

*
Vocês nem sabem, mas já os amo com todo o coração.
E aguardo ansiosamente por conhecê-los e tê-los comigo.
Que assim seja.

ass: Futura esposa e mãe.



27 de julho de 2013

Pois é [!]

Pois é, não deu

Deixa assim como está, sereno
Pois é de Deus tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater



avisa que é de se entregar o viver
avisa que é de se entregar o viver



Pois é, até onde o destino não previu
Sem mais, atrás vou até onde eu conseguir



Deixa o amanhã e a gente sorrir
Que o coração já quer descansar
Clareia minha vida, amor, no olhar
Clareia minha vida, amor, no olhar


A vontade do post de hoje nasceu depois  de ouvir essa letra linda do Marcelo Camelo, "Pois é".
Então, num primeiro momento eu confesso que a ouvi superficialmente, no sentido mais claro, digamos, que ela traz. Isto é: uma canção bela de amor. Entretanto, enquanto abaixava o volume do som para mais um dos meus momentos a sós com o Pai, Ele mesmo me fez começar a ouvir aquela letra que tocava de um modo diferente .... e eu, de repente disse "Opa! isso tem muito mais do que eu preciso ouvir do que eu imaginava" =D 


Deixa assim como está, sereno
Pois é de Deus tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz

Deus falou comigo nessa parte sobre o AGORA. O AGORA é o que eu preciso me preocupar. O HOJE. Pois é o que me cabe pensar e batalhar por ... enquanto que o futuro, o amanhã, aquilo que eu não vejo, estes são com Deus mesmo. Não está em minhas mãos, simplesmente. 

Em Tiago 4 diz:

 "Agora escutem, vocês que dizem: "Hoje ou amanhã iremos a tal cidade e ali ficaremos um ano fazendo negócios e ganhando muito dinheiro!". Vocês não sabem como será a sua vida amanhã, pois vocês são como uma neblina passageira, que aparece por algum tempo e logo depois desaparece. O que vocês deveriam dizer é isto: "Se Deus quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo."

Isso é tipo Deus falando pra mim:

Deus: "eeeei! Dá pra descansar um pouco? Pra quê ficar surtando aí, fazendo tantos planos, um atrás do outro, tentando encontrar suas respostas imediatas pra um futuro que EU SOMENTE CONHEÇO e já estou CUIDANDO DOS DETALHES PRA VOCÊ? Você deveria sim, se preocupar em viver o AGORA. A viver a vida que eu te dei HOJE." Isso seria mais ou menos essa parte da música "avisa que é de se entregar o viver/ avisa que é de se entregar o viver"! =D 

Eu: ;-;   *lágrimas, lágrimas,lágrimas*


Deixa o amanhã e a gente sorrir

Que o coração já quer descansar

E Deus continuou dizendo DESCANSE em mim! É tão simples. DES-CANSAR é não cansar de confiar no amor e no cuidado desse Pai que é tão incrivelmente PAI que se importa de verdade com os seus amados filhinhos. Acho lindaaa demais a passagem de Lucas 12 quando Jesus diz aos seus discípulos:

"Qual de vocês pode encompridar a sua vida, por mais que se preocupe com isso? Portanto, se vocês não podem conseguir uma coisa assim tão pequena, por que se preocupam com as outras? Vejam como crescem as flores do campo: elas não trabalham, nem fazem roupas para si mesmas. Mas eu afirmo a vocês que nem mesmo Salomão, sendo tão rico, usava roupas tão bonitas como uma dessas flores. É Deus quem veste a erva do campo, que hoje está aqui e amanhã desaparece, queimada no forno. Então é claro que  ele vestirá também vocês, que têm uma fé tão pequena! Portanto, não fiquem aflitos, procurando sempre o que comer ou o que beber. Pois os pagãos deste mundo é que estão sempre procurando todas essas coisas. O Pai de vocês sabe que vocês precisam de tudo isso. Portanto. ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus, e Deus lhes dará todas essas coisas."

Ele disse "O Pai de vocês sabe..." E sim, ELE realmente sabe de tudo o que nós precisamos. Todas as necessidades, sejam fisiológicas (comida, bebida), sejam materiais (roupas e utensílios básicos), sejam sentimentais (casamento, família) ... tudo isso Ele sabe e prepara tudo pra nós a cada dia. Agora, se isso não for um bom argumento pra finalmente descansarmos nesse Pai que não mente, mas que cumpre sempre suas promessas, eu não sei mais o que fazer da vida ....

A questão aqui é: EU CONFIO E VIVO EM PAZ E SATISFEITO TODOS OS MEUS DIAS x EU NÃO CONFIO E POR ISSO ME DESESPERO EM TODO O TEMPO POR NÃO TER AQUILO QUE EU NÃO VEJO.
Repito: Des-cansar é NÃO CANSAR DE CONFIAR na fidelidade e no amor de Deus por nós, independente de nós.

Minha oração é: "Senhor, me ensina a confiar sempre! Amém!"

E pra quem ficou curioso e gostaria de apreciar essa bela letra inspiradora cantada pela belíssima voz de Marcelo Camelo, aqui está o link =D


22 de julho de 2013

Hope [!]



Hoje foi um daqueles dias que acordei sufocada comigo mesma. E quando acordo assim, já sei que, mais do que de costume, Deus tem algo sério pra tratar comigo ... e foi exatamente o que aconteceu. Ele falou e eu PUFF! quebrei ... sobre isso, é uma sensação ao mesmo tempo amarga e doce ... mas que julgo indiscutivelmente necessária pro meu amadurecimento e crescimento em Cristo Jesus.
O assunto de hoje é esperança. Respondendo pra mim mesma à pergunta "Como fiquei depois que confiei em Cristo?"  ... [Depois que confiei em Cristo ... ENTENDI que era possível viver sob uma nova perspectiva; ENTENDI que, em Cristo Jesus, eu poderia sonhar com um futuro melhor do que o meu passado foi e que o meu presente tem sido; ENTENDI que não estou condenada a morrer do jeito que estou agora, mas que posso me permitir ser transformada por Deus em todos os aspectos da minha vida; ENTENDI o poder da ESPERANÇA para aqueles que depositam sua confiança em Cristo Jesus.] E é exatamente desse ponto que começo ...
Como ser humano pecador, tenho em meu DNA pecados ... pecados estes que vira e mexe pulam em cima de mim me deixando sem ar, pois são muito pesados ... e eu imediatamente me recordo de quem eu sou (minha natureza carnal) e de quem preciso ter nos meus dias pra me salvar de mim mesma... Então, no meio desse turbilhão de sentimentos dentro de mim eu li algumas palavras de uma canção de alguém que nem ao menos sei quem é ... mas que me tocaram a alma ... 

Quando olha bem no íntimo
Através do teu sorriso
O que será que Deus vê?
Bem além da tua lógica
Bem atrás de toda estética
O que será que Deus vê?
Um coração aflito, um espírito ferido
E uma alma já cansada de representar
Alguém desconfiado, sem um verdadeiro amigo
A quem possa se abrir sem se envergonhar
Quando Deus te investiga
Bem no âmago da vida
Lá no teu eu verdadeiro
É que Ele quer por inteiro
Transformar a tua essência
Num batismo de alegria
Verdadeiramente livre te fazer


A minha frase preferida dessa canção é "Transformar a tua essência" ... e quando li isso dei o estalo: EURECA! É isso! Deus PODE e QUER transformar a minha essência ... Ele PODE e QUER mudar em mim cada coisinha que me incomoda e me fazer ser a Monique que sonho muito em ser ... Ele e somente Ele é a minha esperança. E logo me lembrei de Cristo. Me lembrei da Sua ressurreição ao terceiro dia e me lembrei de que se Ele ressuscitou, nEle, eu posso ressuscitar também ... e não unicamente falo da ressurreição após a morte do meu corpo físico ... mas falo da ressurreição do meu eu hoje, agora, enquanto ser humano nessa Terra tão sem esperança em que vivemos ...

"Mas a verdade é que Cristo foi ressuscitado, e isso é a garantia de que os que estão mortos também serão ressuscitados...Assim como, por estarem unidos com Adão, todos morrem, assim também, por estarem unidos com Cristo, todos ressuscitarão." [1 Coríntios 15.20;22]

Conclusão: Virei para as aflições que me sufocavam hoje pela manhã e disse "ei! todo seu esforço em me matar será em vão a partir de agora, pois acabo de me lembrar que há sim esperança pra alguém como eu. Ele é a minha esperança. Falo de Cristo Jesus.

25 de abril de 2013

I burn for you [!]


Texto da líder de adoração Misty Edwards. Lindíssimas e profundas palavras a cerca do coração de Deus. Ouçam Sua voz.
*
How God—that all-consuming, living flame of love—shows His unrelenting desire for people
God’s love is an intimidating topic to grasp because it is the very subject of God Himself. He is love, and everything He is and does is love. He is a vast, shoreless ocean of love, and we have only heard the mere whisper of His passion. As a student of His love I feel too small to even begin to try and describe Him. But on one aspect, I’ll try. 
As I began to study God’s love I found one of the characteristics that motivates me the most is His unrelenting love. His pursuit of my heart and His burning desire for me has changed my life entirely. I remember when I first began to see the God of burning desire—it was revolutionary. I was in a Bible school class in Kansas City in which Mike Bickle taught on the Song of Solomon. I’d never heard God described as one who had burning desire or a ravished heart for people. I had never heard love defined like that. 
I was 19 and would soon after be diagnosed with cancer, and it was the revelation I learned in that class about the God of unrelenting desire and passion that sustained me through the trial of cancer. I was so caught up in the divine pursuit of my heart that small things got smaller and the big things—the things that are eternal—grew bigger. I began to see Jesus as a bridegroom; meaning, He is abandoned and wholehearted in His love and desire for me and wants me to love Him in mutual, wholehearted abandonment. 
In our culture today we often define love as a passive toleration or a momentary bliss. Occasionally we define love as blind devotion. But to peer into the mystery of God’s love we must define love on His terms, not our own. How God defines love is how He defines Himself. In the unfolding of God we see ourselves in the center of a love story so vast, so incomprehensible that it motivates us and propels us to respond to Him in the same extravagant way. We love because we are first loved (1 John 4:19).
In Song of Solomon 8:6, God is talking to His bride. He says to us: “Set Me as a seal upon your heart, as a seal upon your arm; for love is as strong as death, jealousy as cruel as the grave; its flames are flames of fire, a most vehement flame” (NKJV). This one verse captures the core of who He is and what He wants from us. Moses saw God as an all-consuming fire (see Deut. 4:24) and His name as Jealous (see Ex. 34:13-15). There’s nothing passive about these words. He is very involved and in pursuit of His people. He is merciful and gracious, yet He is ravished and jealous (see Song 4:9). He wants to be loved in the same way that He loves. That is the purpose of creation (see Deut. 6:4-5; Matt. 22:37-40). The first commandment is what He is after because it is how He is. Jesus wants an equally yoked bride, and the Father wants a family in the fellowship of His burning heart.
Solomon further describes love in chapter 8, verse 7: “Many waters cannot quench love, nor can the floods drown it. If a man would give for love all the wealth of his house, it would be utterly despised” (NKJV). Jesus left His Father’s house and became forever a human in order to win a people to Himself (see Eph 5:31-32). 
There is no greater picture of that all-consuming fire than the image of Jesus on the cross. He was “the Lamb slain before the foundation of the world,” which means He was selfless sacrificial love, burning with desire, poured out from eternity past; and this is who He will always be. He is love so unrelenting that it gives all for the object of His affection. 
This is the way Jesus defined love—to lay down your life (see John 15:13)—and He is the same voice that was speaking in Song of Solomon 8:6-7 and the same voice that spoke to Moses. Jesus embodies that all-consuming fire, and He demonstrated what lengths love would go to. He wants this same kind of response from us and He, Himself, searches our hearts to find it (see Rev. 2:23).
Not only did He die on the cross as the greatest expression of His burning desire for people, He will forever be a Man in union with those people. His Father has sent the Spirit as a guarantee of the wedding to come. 
The Spirit is one of the greatest evidences of God’s unrelenting pursuit of our hearts. No one can be as intimately involved in your life as the Holy Spirit is. He is living in that internal reservoir within you, and His goal is to pour love into your heart as Jesus described in John 14-17. 
Every heart is a furnace and the purpose of this life is to become consumed with God in the same way He burns with love for us. Whenever there is something that hinders this love from consuming us entirely, in His great mercy, He convicts us until we volunteer to remove those things that get in the way. His Spirit of conviction is sure evidence that God is in unrelenting pursuit of our “all.”
Life comes down to this: God wants us, pursues us, will not relent until He has all of us and will remove everything that gets in the way of love until we are one with that flame. This is what causes our lives to make sense in the midst of our trials and momentary, light afflictions. They are working in us this eternal weight of glory—the fire of God, which is His love. 
Words are not sufficient to describe God, and it takes a lifetime of discovery to even scratch the surface; but one thing is certain: He is more eager to be known than we are to know, and He is aggressively pursuing us more than we pursue Him. He is in pursuit of our heart, soul, mind and strength, and nothing will stop Him from possessing those who say yes to His Holy fire. For all of eternity we will be lost in that vast, shoreless ocean of love, and though we are only at the beginning, there is no greater exhilaration than the experience of this love. Words are not sufficient, but I pray that the “living flame of love” Himself would encounter us today with His unrelenting pursuit of our hearts. 
Misty Edwards is a worship leader at the International House of Prayer in Kansas City, Mo.

3 de abril de 2013

Dia do casamento [!]


*

Há uma agitação na sala do trono
E toda a criação prende a respiração
Esperando agora para ver o noivo
Imaginando como a noiva vai se vestir
E ela se veste de branco
E ela sabe que não merece
Ela carrega a vergonha da história
Com esta virgem desgastado e cansado
Não é a noiva que ele vê
E ela usa branco, da cabeça aos pés
Mas só ele pode deixá-la assim

Quando alguém seca suas lágrimas
Quando alguém ganha o seu coração e diz que você é linda
Quando você não sabe que é
E tudo que você anseia
Está escrito em seu rosto
O amor veio e, finalmente, o libertou
Naquele dia do casamento
Naquele dia do casamento

Ela dançara em castelos dourados
E rastejou no pó da miséria
Mas hoje ela está diante dele
E ela usa a Sua justiça
E ela será quem ele estima
E foi para isso que ele a criou

Quando a mão que leva as cicatrizes
E o céu tocam seu rosto
E as últimas lágrimas que ela derramou
São finalmente enxutas
E as nuvens se desfazem enquanto ele toma a sua mão
E caminha com ela pelos portões
Para sempre reinarão


2 de abril de 2013

Dance, Dance [!]

Tá triste e desanimado hoje?
DANCE. Deixe o Espírito de Deus se mover em você ;D


Paz ao seu coração!

25 de março de 2013

Me lembrei [!]




Eu me lembrei. Ele me lembrou, o Espírito Santo de Deus. Ele me lembrou onde é o meu lugar. O meu lugar é na presença dEle. O meu lugar é buscando incessantemente por Ele nos meus dias. O meu lugar é apreciando em cada detalhe, em cada situação da minha vida, o tamanho do amor que Ele tem por mim. Eu me lembrei, eu me lembrei. Estava tão perdida nos últimos meses...estava tão sem foco! Caminhando sem sentido, caminhando sem alegria, caminhando com um cansaço que, por mais que eu me esforçasse pra evita-lo, ele sempre me alcançava e me quebrava...tão sem fome, desnutrida de fé e esperança. Mas aí eu me lembrei. Sim, eu me lembrei o quão amada eu sou por Ele, o Criador, meu Pai. E isso me mudou. Isso me fez gargalhar, me fez dançar, me fez voltar a sonhar, me fez me apaixonar por Ele novamente. Eu voltei a ser eu mesma. Eu ganhei a minha identidade de volta. Eu me achei. E nenhuma palavra que eu tente escrever aqui, a mais sofisticada e pensada que seja, não poderia expressar com exatidão o que estou sentindo agora. Ele está comigo. Ele me ensina. Ele me ouve. Sim, Ele me ouve. Cada palavra dita, cada lágrima escorrida, cada movimento meu...Ele não está indiferente. Nunca esteve. E é exatamente por isso que eu estou aqui agora. Por causa desse amor que excede o limite do meu entendimento. O amor que Ele tem por mim. O amor no qual eu posso repousar meu coração, meus pensamentos, minhas dores e pesos da vida...no amor de Deus, o meu Pai. Eu me lembrei onde é o meu lugar. Eu me lembrei o que me tráz paz. Eu me lembrei o que satisfaz o meu espaço mais vazio e profundo do coração. Eu me lembrei. E isso não foi obra minha, foi obra dEle. Eu me lembrei e eu quero viver pra responder a esse amor tão irresistível, doce e puro. Eu me lembrei que Ele tem um plano e que, buscar viver esse plano, é o motivo da minha existência. Não é tarde pra mim, eu me lembrei.

"Sejam como criancinhas recém-nascidas, desejando sempre o puro leite espiritual, para que, bebendo dele, vocês possam crescer e ser salvos." [1 Pedro 2.2]
"Mas vocês são a raça escolhida, os sacerdotes do Rei, a nação completamente dedicada a Deus, o povo que pertence a Ele. Vocês foram escolhidos para anunciar os atos poderosos de Deus, que os chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz." [1 Pedro 2.9]