3 de abril de 2013

Dia do casamento [!]


*

Há uma agitação na sala do trono
E toda a criação prende a respiração
Esperando agora para ver o noivo
Imaginando como a noiva vai se vestir
E ela se veste de branco
E ela sabe que não merece
Ela carrega a vergonha da história
Com esta virgem desgastado e cansado
Não é a noiva que ele vê
E ela usa branco, da cabeça aos pés
Mas só ele pode deixá-la assim

Quando alguém seca suas lágrimas
Quando alguém ganha o seu coração e diz que você é linda
Quando você não sabe que é
E tudo que você anseia
Está escrito em seu rosto
O amor veio e, finalmente, o libertou
Naquele dia do casamento
Naquele dia do casamento

Ela dançara em castelos dourados
E rastejou no pó da miséria
Mas hoje ela está diante dele
E ela usa a Sua justiça
E ela será quem ele estima
E foi para isso que ele a criou

Quando a mão que leva as cicatrizes
E o céu tocam seu rosto
E as últimas lágrimas que ela derramou
São finalmente enxutas
E as nuvens se desfazem enquanto ele toma a sua mão
E caminha com ela pelos portões
Para sempre reinarão


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre!